[ home ] [ b / d2 / terreiro / vg / mod ] [ regras ]

/d2/ - Drogas

Luzes da cidade viajo o pensamento...
E-mail
Assunto
Comentar
Arquivo
Inserir
Senha (Para excluir arquivos)

Se no ato de postagem deparar-se banido por um post que nunca fez, apele ao ban e aguarde

File: 1515616407476.gif (1,91 MB, 749x750, original.gif) ImgOps Google

 No.611[Ver todos]

Como combater o vício?
É engraçado como você mesmo cria pequenas armadilhas tentando se convencer…
"Já virou o ano, anão… Uma vezinha só."
É literalmente como se tivesse um diabinho do meu lado.
Como os anões lidam com esse diabinho?
76 mensagens e 32 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.835

>>831
Anão é irmão, caralho.

 No.841

Impressionante como um vicio deturpa a mente. Tenham cuidado com álcool, anões.

Este será meu primeiro dia sóbrio em semanas, acho.

 No.842

>>841
Falei besteira, anão.
Queria dizer "Redução de danos."
A redução de danos, mais popularmente conhecida pela sigla RD, pode ser considerada um paradigma, uma abordagem ou uma perspectiva, e é utilizada para proporcionar uma reflexão ampliada sobre a possibilidade de diminuir danos relacionados a alguma prática que cause ou possa causar danos.
[…]
A RD é também uma política pública oficial do Ministério da Saúde do Brasil, e de diversos outros países, para lidar de forma adequada com problemas que podem ser gerados pelo uso de álcool e outras drogas.[…] Redução de danos não pode ser confundida com incentivo ao uso de drogas, embora fundamente-se no princípio da tolerância ou respeito às escolhas individuais.

Provavelmente você já deve saber o que é, mas acho que isso pode interessar outros anões em reabilitação.

Eu não tenho auto controle para entrar nesse método, anão. Pra mim sempre foi 8 ou 80, ou eu usava "pouco" por diversos dias, ou parava e estourava a boa. Não tenho fibra para usar de maneira regular ou saudável, se é que isso seja possível.
Só consegui ficar sóbrio efetivamente, quando cortei tudo e me tranquei pateticamente em casa.

>>841
Pois é, anão. O primeiro dia é o mais fácil, você sente a falta, mas nem tanto. Seu sistema não está nem perto de estar limpo.
Você é esse >>829? Relate como foi o pedido de ajuda, e o que você pretende fazer. Vai ser de grande valor para a thread.

 No.843

File: 1517581623357.jpeg (29,03 KB, 379x388, A66C7096-550D-45B3-B3AE-B….jpeg) ImgOps Google

>>842
Sou eu mesmo.

1. Não bebi ontem, mas fumei.

Não conto como uma derrota porque sempre foi mais fácil parar com a erva, mas admito que também não foi uma vitória.
No fundo há um sentimento de que só estou enrolando, afinal, ficar chapado está longe da sobriedade. Ainda assim, passar um dia sem álcool foi importante.

2. Quanto à maconha, eu também preciso reduzir a frequência, mas chegou o final de semana e meu amigo maconheiro estava aqui ontem, virá aqui hoje. Acho que você sabe como essa história termina. Mas como eu disse, pedi ajuda.

O que eu fiz foi me abrir e me expor: falei para meus amigos não me oferecerem álcool. Basicamente assumi minha fraqueza. Além disso, o tal amigo ficou com a minha chave e estou trancado.
Sim, trancado. Medidas drásticas, talvez fundamentais para começar uma verdadeira reabilitação, aposto minhas fichas.

3. Com o meu nível de consumo, é muito difícil parar com tudo perceba a lógica deturpada aqui . Então, para me ajudar a largar a bebida, talvez fume mais algumas vezes até domingo. Estou aqui assumindo um fracasso, basicamente.

Infelizmente, passar o fim de semana sóbrio será um verdadeiro desafio.
Já tinha alguns convites antes, então será difícil escapar de ambientes com bebida. Só ficando em casa, que aliás, realmente está acontecendo, mas continuar trancado pelo fim de semana é deprimente. Remete-me, inclusive, à época em que eu também bebia todos os dias, anos atrás. E não saia de casa porque estava deprimido.

4. Sou um fracassado, anãozinho?
Pergunta retórica. Eu sei a resposta.
Ainda assim, quero melhorar, só estou em processo de me iludir cada vez menos; e contar os segundos sem álcool, até que virem minutos, horas, dias, semanas, meses. Até que eu não precise mais contar.

Peço desculpas pela muralha e pelo mimimi.

 No.844

File: 1517597675681.jpg (674 KB, 1920x1200, lain2.jpg) ImgOps Exif Google

TL;DR: Você está no caminho certo, mantenha-se firme.

>>843
Anão, tive que rir. Parece que você sou eu! Passamos EXATAMENTE pelas mesmas coisas.
Eu também tenho um "daqueles" amigos, e na primeira vez que nos encontramos depois de eu ficar sóbrio que foram por aproximadamente 14~16 dias acabamos fumando 3 baseados.
Estávamos de viagem em uma praia, o ambiente era diferente mas mesmo assim. Cocaína e álcool nunca mais. Estou a 20 dias sem álcool ou cocaína. É a minha maior vitória.
Agora vamos lá.

>Não conto como uma derrota porque sempre foi mais fácil parar com a erva, mas admito que também não foi uma vitória.


Colocando em uma balança, é mais uma vitória que derrota.
Apesar de ser uma droga, todos nós sabemos que a maconha é muito menos agressiva que o álcool. Seu primeiro passo já foi dado, você pediu ajuda para outros, coisa que eu não tive coragem de fazer. Você tem todo um suporte para te ajudar a sair dessa. Não se cobre tanto, nossa caminhada pode ser em passo de pinguim, só precisa ir para frente.

>mas chegou o final de semana e meu amigo maconheiro estava aqui ontem, virá aqui hoje. Acho que você sabe como essa história termina. Mas como eu disse, pedi ajuda.


Ah, anão. Ô se sei. É a coisa que mais vou sentir falta. Escutar e fazer música louco até os ossos no AP do meu melhor amigo.

>Com o meu nível de consumo, é muito difícil parar com tudo.


Entendo sua lógica, anão. É o meio que nossa consciência acha para nos "recompensar" pela falta dos outros vícios.
Cogitei voltar a fumar cigarros, mas um sábio anão >>733 me mandou a real. Infelizmente é uma armadilha da nossa cabeça. É a única coisa que eu não posso te aconselhar, pois não sei como é sua relação com a maconha. Não quero estimular um possível vício, mas também sei como ela pode ser um refúgio para amenizar a abstinência. Isso aí é com você.

>continuar trancado pelo fim de semana é deprimente.

Nos 7 primeiros dias que eu relatei aqui, eu fiquei completamente trancado em casa. Devo ter saído para comprar pão algumas vezes, mas eu não coloquei meu pé na cidade. É a nossa maneira de combater o vício. Faz mais bem do que mal, então fique tranquilo.

>Sou um fracassado, anãozinho?

Não, anão. Falo isso com toda a minha convicção, você não é. Repito, você deu um passo muito importante na sua jornada.


Pode usar quantas linhas quiser para desabafar, é de graça e eu lerei tudo.
Continue firme, anão.

 No.850

Falhei, OP.

Vou tentar passar a semana sóbrio e beber só no carnaval.

Sendo razoável, depois disso espero ficar limpo até o começo de março.
E me limitar a fugir da sobriedade 2 vezes por mês. Parece controlado o suficiente, mas só o tempo dirá.
Se eu perceber que nem isso me faz bem, será melhor cortar indefinidamente.


Cuidem-se, anões.

 No.851

File: 1517793066814.jpg (441,2 KB, 1920x1200, lain12_b.jpg) ImgOps Exif Google

É, anões.
Finalmente eu entendi o motivo de eu ter entrado nas drogas e posteriormente adquirido um vício.
Estou deprimido há meses, talvez anos.
Hoje, após mais uma semana sóbrio eu senti uma imensa tristeza sobre mim.
Não quero mais postar aqui, não quero mais continuar aqui.
O que eu sinto é um imenso desânimo, uma sensação de isolamento insuportável,o medo permanente de uma vaga infelicidade, uma total falta confiança nas minhas forças, uma absoluta ausência de desejo, uma incapacidade de encontrar qualquer divertimento que seja.
Dos quase 30 dias que eu monitoro e posto nessa thread, esse é o fundo do poço. Nenhum sintoma físico de abstinência. Parece um enorme ruído branco sobre mim. É desesperador.

 No.852

>>851
Você frequenta psiquiatra e/ou psicólogo?

É um bom começo.
Sou o anão com tendência a alcoolismo e me identifiquei com o que você escreveu.
Antes das drogas, comecei a ir ao médico. Posso falar que os medicamentos ajudaram mesmo sem diagnóstico certeiro. Foi um processo longo e, às vezes, literalmente doloroso.
Sobrevivi e estou aqui, não vou dizer que foi ou é fácil.

Parece absurdo sugerir mais drogas para alguém que quer parar, mas vale a tentativa.
Pelo menos uma vez, ou um mês de terapia, qualquer coisa já vale a tentativa.

Não sei se escrevi muito bem. Peço desculpas pois estou emocionado.
Leve o seu tempo, mas não pense que a dor é eterna. Por bem ou por mal, nada é.

 No.853

>>852
Frequento semanalmente uma psicóloga pelo plano de saúde.
Ela recomendou em visitar um psiquiatra, mas temo não ter recursos/forças para isso.
Achei que ia conseguir atravessar tudo isso limpo.
Estou indo desde o ano passado, tenho mais um mês de terapia com ela.
>Leve o seu tempo, mas não pense que a dor é eterna.
Eu quero acreditar, anão. Mas as últimas vezes que eu me senti verdadeiramente feliz, eu não era eu.
E o pior, que eu não sei se o que sinto é a falta das drogas, ou é realmente algo que eu sempre carreguei comigo.

 No.863

File: 1518070718773.jpg (3,29 MB, 1920x1200, lain18.jpg) ImgOps Exif Google

E aí, anões?
Como vão passar o carnaval?
Pretendem passar sóbrios ou vão fazer a famosa "exceção?"

 No.874

File: 1518258249712.jpg (68,8 KB, 504x470, 1503975133153.jpg) ImgOps Exif Google

Estou fazendo intercâmbio e estou cada vez mais me afundando no alcoolismo. Eu já saio da aula pensando aonde eu vou beber e sempre estou com uma garrafa de vinho na mochila para emergências, acho sem graça a vida estando sóbrio.

 No.882

Puta merda, anões, como parar com o café/cafeína? Essa merda é muito difícil de largar.
Parei com o tabaco facilmene no fim do ano passado sem nenhuma dificuldade, mas já o café… meusa migos, é outra história. Alguém tem alguma dica? Já tentei ficar tomando apenas chá e sempre acabo voltando para o café.

 No.884

File: 1518700635032.png (620,79 KB, 597x580, 1518661477224.png) ImgOps Google

Como fazer minha namorada parar de fumar cigarro?
Consigo controlá-la evitando que ela use algo pesado, só deixo ela usar coisas naturais, e é o que ela gosta mesmo, mas não consegue parar com a merda do cigarro.

 No.887

>>884
Sou o >>882 e parei cold turkey, cheguei a realização de que o cigarro só faz mal e simplesmente cortei o uso, ainda fumo maconha. No começo não foi fácil, mas é só ter bastante força de vontade.

 No.896

>>882
>>887
OP aqui.
De todos os vícios, o único que não abri mão foi o do café.
Todo dia, eu tomo de 2 a 3 copos grandes de café com leite.
Isso só fode ainda mais minha gastrite, mas como o Max Payne uma vez disse. Um vício por vez.

 No.899

>>863
Muitas drogas e ressaca social violenta.
Briguei com a pessoa que tentou me controlar com a bebida.

Sente lixo, homem.
A depressão chegou, meusa migos.

 No.900

>>896
Tomei um energético no sábado, hoje já fui pra faculdade sem tomar café, agora vou tentar ficar sem tomar à tarde.
Vamos ver no que dá, posso dizer que já estou com uma pequena dor de cabeça desde às 9h mais ou menos.

 No.913

File: 1519313717040.jpg (40,79 KB, 400x533, 1454620466617.jpg) ImgOps Exif Google

Anão viciado reportando. Parei com a maconha já faz um mês, mas apenas acabei trocando ela por álcool e sigarro. Pra completar, ando me sentindo uma merda completa pois não queria mais nada para amaciar a realidade, para tentar encher aquele vazio no peito.

 No.914

>>900
5 dias sem cafeína no sangue. Está sendo mais fácil do que eu esperava achei que iria passar por mais abstinência, sem contar que a dor de cabeça sumiu depois do primeiro dia.
Minha meta é no mínimo 3 semanas livre e depois disso irei tomar apenas algumas vezes por mês para dar um boost nos estudos.

 No.915

>>884
Ela fuma cigarro industrial? Que marca?

 No.922

File: 1519482004180.jpg (59,04 KB, 887x960, 1518993711873-1.jpg) ImgOps Exif Google

>>914
Oi, anão.
Por que você parou com o café?
Quando eu cortei todas as drogas "cold turkey", eu bebia café como um louco na primeira semana. É o único vício que eu não consegui e nem senti vontade de cortar.
Na primeira semana, eu bebia 4 copos por dia. As vezes bebia antes de dormir.
Só fui sentir os efeitos mais tarde, meus dentes estão amarelados, sinto dores constantes no estômago e não consigo fazer muita coisa no dia sem tomar um copinho.
Hoje eu tomo 3 copos por dia, misturados com leite.

>>913
Acho que tudo tem um pró e um contra.
O contra é que você trocou uma coisa por outras duas, e que são bem mais danosas ao seu corpo.
O pró, é que você está socialmente seguro com esse vícios.
Você acha que valeu a pena trocar?
Bela citação de Freud, anão.

 No.924

>>922
A cafeína é uma das drogas que eu uso há muitos anos diariamente, quero dar um tempo justamente para ver como meu corpo reage e simplesmente por eu não lembrar como é acordar e não tomar um café.
Além disso, desde sempre tive ansiedade e quero ver se sem a cafeína isso da uma diminuida.

 No.933

Tentarei ficar sem o uso de sintéticos e coca até Abril.
Vamos ver o que vem por ai.
3 dias reportando dentro.

 No.950

File: 1520177669827.jpeg (50,21 KB, 400x400, 1519498215986.jpeg) ImgOps Google

OP aqui.
Fui em um médico e descobri que tenho uma gastrite moderada, e uma faringite de savary miller nível II.
É quase um alívio, eu achei que ia estar severamente fodido da saúde pelo tempo que eu abusei de mim mesmo.
Agora é preciso tomar uma pá de remédios e comer que nem um ser humano.
1 mês sóbrio!

 No.952

>>899
Sou este anão aqui.

Comi cogumelo.
Não foi a primeira vez, mas todas foram experiências fortes e que não me serviriam se eu banalizasse como fiz com a maconha e a bebida.

E quando digo forte, para quem nunca tentou: pesquisem sobre. A trip é bastante profunda e inspiradora, mas exige preparo. Estou há poucos dias sem álcool, mas o impulso reduziu absurdamente.

Não sei quanto tempo vai durar, mas estou sentindo repulsa pelo meu vício. Quase como se eu tivesse sido “curado”. Mas não sou ingênuo de afirmar isso sem pelo menos algumas semanas de resultado.

A viagem também serviu para repensar minha relação com a maconha. Ela me ajuda sim, e sou uma pessoa bastante ansiosa. Entendo que só preciso reduzir a frequência em vez de parar completamente.


E me sinto muito bem. Minha vida pode ter começado a mudar, anões.

 No.953

Alguém sabe como mudar o tema da tábua? Essas imagens girando e os posts ficando embaçados não são agradáveis.

 No.954

>>922
Sou o >>912. Parei com o álcool e estou fumando apenas dois cigarros por dia agora. O problema é que não quero depender de mais nada. Also, respondendo à sua pergunta: Não, não vale a pena trocar a maconha por álcool e cigarro.

 No.956

File: 1520598257010.jpg (107,12 KB, 647x973, IMG_20180309_092247.jpg) ImgOps Exif Google

>>913
Acho que você é o único autista que usa esse termo "amaciar a realidade", cuide do seu cu.

 No.959

>>956
Não sou o anão da pica, mas, já passei o que ele passou só que só ficava paranóico quando estava muito alto.

>>922
Também queria citar que parei com a maconha pois a mesma não me deixava estudar. A névoa mental não me deixava guardar nada do que tentava aprender. Por um lado é bom ter minhas faculdades mentais ao 100% de volta, por outro, a realidade me esmaga todo dia.

 No.962

OP aqui.
Tive a 3 recaída nesse ano. Ontem saí com um colega e ficamos na praça do skate fumando uns sigarros e jogando conversa fora. Quando vi, uns crackudos sentaram do nosso lado, e acabamos comprando duas maconhas de 10. Tenho medo de não consegui estabilizar os dias de farra, e os dias de sobriedade.
Quase compramos pó, graças a Deus recuamos a ideia.

>>952
Que ótimo, anão. Auto conhecimento e a redução de danos é uma ótima forma de balancear as coisas. Queria ter tua fibra.

>>953
Canto superior direito, onde está escrito "Opções."

>>956
Kek, sou eu, OP mesmo.
Se bem que esse é um termo Freudiano para explicar o uso das drogas.

>>959
Sei como se sente. Senti uma enorme onda de produtividade depois da primeira semana livre de drogas, mas logo senti o peso de todas as minhas inseguranças e paranoias que eu tentava desesperadamente jogar pra baixo do tapete.

 No.965

>>962
Tenta meditar alguns minutos por dia, anão.

 No.992

File: 1521763559224.jpg (121,01 KB, 1520x1080, 1519771633402.jpg) ImgOps Exif Google

Quase 2 meses!
Me alivia um pouco essa thread ter morrido. Hoje eu vejo que escrevi coisas bem pesadas, e não gosto muito de lembrar dessas semanas que eu passei na fissura.
Acho que estou indo no caminho certo, apesar de ainda ter alguns desvios "inocentes", mas que não deixam de ser desvios.
Ainda fumo maconha e bebo muito café. Mas estou sempre ciente do que tem do outro lado.
Na última vez, eu recusei elegantemente uma crackuda que tentou me empurrar pó, quando eu só queria um pouco do maconha. Fiquei satisfeito da minha atitude.
Fiquei tentado? Fiquei.
Ainda mais que a erva que ela me vendeu era uma merda, e não deu onda nenhuma.
Mas eu passei por cima, e é algo que eu me orgulho.
Estou de volta no controle, anões. Acho que consegui!

 No.997

>>992
Parabéns, anão.
Eu consegui reduzir o álcool, mas percebi que maconha me ajuda mais que ansiolíticos. Estou alternando e experimentando rotinas diferentes.

 No.1006

Estou pensando me livrar de tudo mas não consigo aguentar um dia sem usar nada,.
Quero me ser limpo mas não consigo.(O USUÁRIO FOI BANIDO POR ESTA MENSAGEM)

 No.1009

Sou o anão que estava tentando parar com o café. Consegui, mas apenas temporariamente, voltei a tomar há algumas semanas porém com menor intensidade ao se comparar com meses atrás.
Hoje acordo tranquilamente sem tomar nada, só estou ingerindo esporadicamente e em quantidades menores do que o costume, também não tomo se já passou das 16h, com exceções de fim de semanas e feriados.

Mas da pra perceber muito bem o vício que essa merda causa, só de ficar um ou dois dias sem tomar já bate uma leve abstinência, nada incontrolável. Boas substituições são outras bebidas quentes, chá, chocolate quente etc.

 No.1011

>>1009
Eu não consigo iniciar o dia sem cafeína.
Não rola.
Tomos 3 copos por dia, meus dentes são amarelados e sinto dores de cabeças quase todos os dias.
Que se foda, parei com o pó, pode vir o que vier.

 No.1016

>>1011
Meua migo, se você conseguiu parar com o pó tenho certeza que você também consegue o mesmo com a cafeína.
Caso queira parar, é claro.

 No.1018

>>1016
Todo lugar tem café!
Café vende em qualquer esquina.
Foi uma puta batalha pra largar as drogas pesadas, não sei o que colocar no lugar do café.

 No.1019

>>1018
Que tal nada?

 No.1061

>>1018
Passe a tomar café sem açúcar.

 No.1066

Três semanas sem usar cocaína. O mundo continua o mesmo. Tudo que me fez entrar no vício continua igual. Qual o sentindo dessa merda? Se eu encher meu cu de droga eu vou me sentir mal pra caralho, mas se eu fico limpo tudo me dá nojo. Só não vou comprar pó nesse exato momento pelo amor que tenho pela minha mãe e o medo de machucar ela com essas escolhas.

 No.1162

File: 1529979957069.jpg (407,8 KB, 1920x1200, C8fE24U.jpg) ImgOps Exif Google

Meio ano…
Mal acredito, cacete! Como eu tava fora de mim!
Cheguei a sentir vergonha dos meus relatos.
Estou 100% sóbrio por 4 semanas, e longe do pó fazem 5 meses.
Como vocês me ajudaram! Foi realmente muito difícil. Obrigado, amigos!

 No.1163

>>1162
Parabéns por largar o pó, anão, de verdade.

Ainda usa quais substâncias? Sou o anão que há um tempo tentou parar com o café e aqui estou eu bebendo uma xícara nesse momento.

 No.1165

>>1162
Acompanhei seus posts, mesmo sem ter comentado nada.
Essa thread é um ótimo incentivo para eu não usar drogas pesadas e principalmente sintéticas, te agradeço por isso.
Recomendo aos anões a usarem apenas as drogas naturais, como uma erva da boa, cogumelos mágicos e outras substâncias vindas apenas da natureza. Isso, é claro, se quiserem usar algo.

 No.1167

>>1163
Eu fumei muita maconha nesses 6 meses, parei durante 3 meses, voltei durante 2, e estou 4 semanas sem fumar.
Reduzi o café para uma xícara por dia, meu estômago já estava muito bichado. Força, camarada.

>>1165
Pois é, anão. Tudo é bom no começo, a tal da lua de mel da cocaína.
Mas se você não tiver estabilidade emocional, você vai acabar abusando, uma hora ou outra. Como qualquer coisa, é da natureza humana buscar o prazer imediato.
Stay green.

 No.1170

File: 1530246648223.jpg (1,25 MB, 1920x1080, 1509987722723.jpg) ImgOps Exif Google

>>1162

Porra, anão, fode sim. Já estava me perguntando por onde você andava, achei que tinha desistido de reportar sua evolução. Fico feliz por você.

Dê mais detalhes da sua situação, cara.

Grande abraço e meus parabéns.

 No.1172

File: 1530417411061.png (240,27 KB, 500x357, ClipboardImage.png) ImgOps Google

>>1170

Pois bem.
Comecei a usar drogas com 17 anos. Um amigo me convidou para viajar com um grupo de amigos deles para uma região praiana do meu estado. Fumei maconha pela primeira vez em uma praia de noite. Lembro até hoje como aquela sensação foi extraordinária, como eu ficava sem ar de tanto rir, e de como eu me senti relaxado. Fiquei chapado com o primeiro baseado da minha vida.
Depois, fui gradativamente trocando a bebida nos finais de semana, pela maconha.
Obviamente, como todo maconheiro underage, eu coloquei regras pra mim mesmo.
No começo, nada de maconha em finais de semanas repetidos, ou seja, uma vez à cada duas semanas, no mínimo.
Segunda regra, nada de fumar perto de casa.
Terceira regra, nunca comprar pra usar sozinho
Quarta regra, a mais grave e mais importante. nunca, JAMAIS, fumar dentro de casa.
E eu fui quebrando essas regras uma à uma, conforme eu ia me acostumando a fumar maconha.
Um monte de merda aconteceu, e comecei a usar as drogas em geral como uma bengala, e não mais como um momento de prazer.
Usava quando tava triste, usava quando tava feliz, usava pra comemorar, usava pra ter um motivo pra comemorar, e assim foi indo.
Me envolvi com uma depósito que mudou um pouco meu jeito de viver
Quando ainda estávamos juntos, eu tinha a ilusão de que eu ainda tinha o controle das coisas, e que eu só precisava de alguém comigo para me levar pra frente. Achei que eu podia ficar limpo por ela.
Nos separamos e eu me senti extremamente deprimido. Daí pra frente, eu me fodi.
Me lembro que a virada do ano de 2017/2018 foi especialmente terrível. Eu realmente tinha o suicídio todo orquestrado na minha mente. Por covardia eu não o fiz.
Fiquei limpo por um tempo, o que me fez realmente pensar sobre o que eu estava fazendo com minha vida, assim criei a thread.
Vício não é fácil, não é simplesmente cuidar, não vicia-se quem quer. No meu caso, eu fui burro e bicha.
Apesar de acreditar que eu não era inteiramente dependente químico! Meu elo era mais psicológico.
Mas ainda sinto falta. Ontem mesmo fumei um baseado na antiga praça de skate com um amigo meu, e fiquei lembrando das ondas, das noias que eu sentia naquele mesmo banquinho de praça. É um caminho perigoso… Tenho medo de voltar a cheirar.
Estou sóbrio, mas sei que talvez eu nunca fique limpo. Nesse momento me sinto deprimido, e eu quero me drogar pra fazer passar essa sensação. Mas eu não vou. Não vou nem tomar uma cerveja.
Cuidem-se, anões, se reconhecerem que estão passando dos limites, não mande a voz dentro da sua cabeça se foder.
Um abraço do Lain-maconheiro-fag. Fiquem com Deus.

 No.1286

Sou o >>959
Anões, depois de sete meses sem fumar maconha, decidi comprar um pouco para ver se realmente conseguiria ficar sem ela. Me alivio em dizer que sim, mas um quarto de um baseado me deixou com visão em terceira pessoa e mal estar. Não sei se quero fumar mais depois dessa.

Talvez eu decida fumar de novo em pouqíssimas dias do ano ou como último caso para a insônia pesada. Also, os anões podem dar alguma dica para que a onda não fique assim tão pesada?

 No.1287

>>1286
Tolerância, anão. Você ficou 7 meses sem usar, é de se esperar que você ficará completamente alucinado.
Se você não irá fumar diariamente, o negócio é ir com calma e fumar bem devagar até chegar numa trip que você considere agradável. É aquela coisa, sempre da para fumar mais, mas não tem como tirar o THC do sangue imediatamente.

 No.1288

>>1286
>also, os anões podem dar alguma dica para que a onda não fique assim tão pesada?
Não fume prensado, beba água antes e depois de fumar e, logo após o fumo, coma uma besteirinha como uma bala ou uma maçã só pra tirar o gosto de fumaça da boca. Fumo quase todo dia e a brisa é sempre 10/10 assim.



[Voltar][Vá para o topo] [Catalog] [Post a Reply]
Deletar Mensagem [ ]
[ home ] [ b / d2 / terreiro / vg / mod ] [ regras ]